Por Carol e Babinho

COMO É FICAR HOSPEDADO EM UM TRAILER INSTALADO EM UM MIRANTE NA CHAPADA DOS VEADEIROS?

CHAPADA DOS VEADEIROS: COMO É FICAR HOSPEDADO EM UM TRAILER INSTALADO EM UM MIRANTE?

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros é um dos lugares mais mágicos deste país! Cânions, trilhas, cachoeiras e paisagens estonteantes no coração do cerrado. Se você está procurando onde ficar na Chapada dos Veadeiros, temos uma indicação que vai além da hospedagem, que é uma verdadeira experiência.

Já imaginou ficar em um trailer dos anos 80, instalado em um mirante com uma vista espetacular do Parque Nacional? Pois foi lá que nos hospedamos da última vez que fomos à Chapada, semana passada (janeiro de 2021). E, nesse artigo, vamos te contar como isso pode ser possível. Olha nossa alegria ao chegar lá:

COMO CHEGAR À CHAPADA DOS VEADEIROS

A melhor maneira de chegar à Chapada dos Veadeiros é saindo de carro de Brasília. Do aeroporto até Alto Paraíso são 240 km. A estrada é muito boa, toda asfaltada e a viagem dura, em média, 3 horas.

Fácil assim, a Chapada é o destino mais amado pelos brasilienses que, como a gente, gostam de natureza e de ecoturismo. Eu e Babinho já perdemos as contas de quantas vezes fomos, seja em um fim de semana qualquer ou mesmo para pequenas e/ou grandes comemorações. Para você ter uma ideia, ficamos noivos em um passeio de balão sobrevoando a Chapada! Acredita?

Passeio de balão na Chapada dos Veadeiros
 Passeio de balão na Chapada dos Veadeiros, onde trocamos as alianças de noivado 😍

Ao lado da entrada do Parque Nacional, nasceu a Vila de São Jorge. De Alto Paraíso até lá, são 40 km em estrada asfaltada. Ao entrar na vila, o cenário muda: clima rústico e ruas de terra batida, que abrigam pousadas e restaurantes bem charmosos. Para quem conhece a Chapada Diamantina, São Jorge está para a Chapada dos Veadeiros assim como o Vale do Capão está para a chapada baiana! Deu pra captar?!

Há, ainda, a cidade de Cavalcante – famosa por abrigar a Cachoeira Santa Bárbara -, distante 90 km de Alto Paraíso. Essas são as três principais “bases” da Chapada dos Veadeiros: Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante.

Catarata dos Couros - Chapada dos Veadeiros
Babinho curtindo a Catarata dos Couros, uma das melhores da Chapada 

ONDE FICAR NA CHAPADA DOS VEADEIROS

Em anos de visita à Chapada, já nos hospedamos em muitos locais diferentes – de camping a pousadas de charme. Neste artigo, mais do que sugerir onde ficar na Chapada dos Veadeiros, vamos te contar uma das nossas experiências mais marcantes nesse pedacinho do Brasil que tanto amamos.

A Lambuze é uma hospedagem diferentona: são trailers dos anos 80 instalados em um mirante com vista do Parque Nacional. É claro que ficar em um trailer já é uma experiencia única, mas, na nossa opinião, o grande destaque da Lambuze não é o trailer em si. É além disso: você aproveita a imersão na natureza justamente porque o trailer fica onde outros tipos de acomodações tradicionais não chegam.

Há 3 trailers disponíveis e cada um está localizado em um ponto diferente. Embora estejam na mesma propriedade, estão suficientemente distantes um do outro, de maneira que, a não ser que você os esteja procurando, não os encontrará. Nós, por exemplo, só vimos um deles porque passamos perto ao fazer uma trilha. Do outro, não vimos nem rastro, rs. Na imagem abaixo, do Google Maps, você consegue ter uma ideia:

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros
Imagem do Google Earth indicando onde estão localizados os trailers

Ficamos hospedados no trailer Mintaka, que, de acordo com a tabela de preços da empresa, está no nível intermediário. Há, ainda, o trailer Alnitak, mais barato; e o Alnilam, mais caro. A nossa descrição abaixo será de acordo com o que vivemos no trailer Mintaka, ok? (Sabia que Mintaka, Alnitak e Alnilam são os nomes das estrelas Três Marias?🥰 )

A localização é a 3 km da Vila de São Jorge (por estrada de chão). De dentro da vila, siga no sentido do Parque Nacional. Há placas pelo caminho. Os trailers ficam dentro de uma propriedade privada; é, portanto, super seguro. Eles te dão uma chave do cadeado do portão da propriedade para que você tenha autonomia para sair e voltar quando quiser.

Trailer Lambuze - Chapada dos Veadeiros
Entrando na propriedade privada em que os trailers estão instalados

COMO FOI NOSSA EXPERIÊNCIA NA LAMBUZE

Ao chegar lá, a Lidi, que faz parte da equipe, nos recebeu super bem e nos explicou como o trailer funciona. O deck externo com uma jacuzzi e redes estendidas já arrebata o coração logo de cara. A vista do Parque Nacional da Chapada “a perder de vista” é, para nós, o ponto alto da localização. Você se sente, de fato, integrado à natureza e à imensidão.

Nós fizemos uma viagem de motorhome há alguns anos pela Ilha do Sul na Nova Zelândia. Foram 7 dias percorrendo o país todo. Foi uma experiência completamente fantástica. À época, escolhemos o menor trailer possível, porque, além de ser mais barato, era mais fácil para dirigir e para se deslocar. Então, em comparação ao nosso motorhome neozelandês, o Mintaka era um verdadeiro luxo, rs.

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros
Café da manhã com vista do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Mas, não se engane: trailers são acomodações apertadas, que oferecem muitas prerrogativas maravilhosas, mas o luxo não é uma delas. Não há qualquer luxo dentro do trailer! Quer um exemplo? Com 1,87m, Babinho quase batia no teto de 1,89m de altura 😅 – fica aí a dica para os mais grandinhos! (As alturas internas dos trailers são diferentes; se isso for um problema para você, é bom checar certinho no site da Lambuze as medidas de cada um deles).

Em relação ao chuveiro e à cama (que tem 1,88m de medida), a mesma coisa: até pra mim, que tenho 1,73m, ficou um pouco apertadinho. Mas é possível tomar banho no chuveiro, que tem água quente. A sala e a cozinha, por sua vez – embora menores do que em acomodações tradicionais -, são bem mais espaçosas do que a maioria dos trailers que existem por aí. Veja, abaixo, os vídeos mostrando o espaço do quarto e do banheiro…:

                             

Como dissemos acima, a oportunidade de ficar em um trailer, especialmente para quem nunca teve essa experiência, é muito bacana, mas a hospedagem na Lambuze não se resume a isso. Pelo contrário, vai muito além disso. É precisamente o fato de estar alojado em um ambiente totalmente ímpar que torna a experiência tão única!

Trailer Lambuze - Chapada dos Veadeiros
Trailer instalado em um mirante, totalmente integrado à natureza

O local é completamente isolado – o que, em tempos de Covid-19, é por si só um ponto positivo – e possui privacidade total. Durante os dias em que estivemos lá, não vimos absolutamente ninguém, apenas a Lidi, da equipe da Lambuze, que vinha nos auxiliar quando era necessário.

A imersão completa na natureza é o que torna a experiência tão especial: sons da mata; nascer e pôr do sol; céu estrelado em noites escuras; vista do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.  A partir do deck, é possível assistir a esses espetáculos da natureza da rede ou da jacuzzi, a “queridinha” dos hóspedes – com água gelada pós-trilha ou com água quente noite adentro.

Lambuze Trailer - Chapada dos Veadeiros
Jacuzzi no final da tarde, com água geladinha pós-trilha!

TRILHA DO MIRANTE DA JANELA

Outro ponto mega positivo da Lambuze é que é possível fazer uma das trilhas mais famosas da Chapada saindo a pé “de casa”, sabia?! Para quem está hospedado nos trailers, a trilha do Mirante da Janela, cartão-postal da Chapada, começa lá mesmo.

Mirante da Janela - Chapada dos Veadeiros
Mirante da Janela

Os outros turistas, entretanto, iniciam a trilha em um outro ponto, em uma propriedade vizinha. Se você não está hospedado na Lambuze, vá seguindo de São Jorge sentido Parque Nacional e siga as placas do Mirante do Abismo.

A primeira atração do caminho – somente nos meses de chuva – é a Cachoeira do Abismo, a cerca de 1,5 km do motorhome, em trilha fácil. De lá, com mais 3 km de caminhada em trilha intermediária, é possível chegar ao lindo Mirante da Janela.

Cachoeira do Abismo - Chapada dos Veadeiros
Cachoeira do Abismo

Nossa sugestão é: primeiro ande tudo até o Mirante, tire fotos e, na volta, aproveite para se refrescar na Cachoeira do Abismo. Especialmente nos meses de chuva, o tempo muda muito rápido; então, é melhor “garantir” logo a vista ao Mirante, que é a atração principal do passeio.

Embora seja recomendado, não é necessário guia. Leve lanche e água e, se possível, uma capa de chuva! Ao sair do trailer, você anda cerca de 20 min em trilha bem tranquila até chegar a uma espécie de guarita. Lá, um senhor cobra a taxa de R$ 30,00 por pessoa e te dá algumas orientações.

Mirante da Janela - Chapada dos Veadeiros
Mirante da Janela

A mais importante delas é: não suba nas pedras que formam a “janela”. O senhor foi bem enfático: “se subir, pode cair; se cair, vai morrer”. Antigamente, as pessoas subiam na parte superior da “janela”, mas, hoje, isso não faz mais sentido. (Nessa foto acima e nas outras deste artigo, estamos “dentro” da janela, em que não há perigo).

Eles construíram uns decks de madeira maravilhosos que, além de muito seguros, proporcionam uma vista mais acima, mais ampla e mais bonita das cachoeiras (Saltos I e II). De fato, não tem porque ficar inventando moda e subindo em pedra perigosa desnecessariamente. Aqui vai uma dica: nós fomos sozinhos seguindo a trilha, passamos pela entrada da “janela” e não a encontramos. Fomos seguindo os decks de madeira e chegamos ao Mirante abaixo.

Trilha do Mirante da Janela - Chapada dos Veadeiros
Deck final da trilha do Mirante da Janela

Ele é maravilhoso, mas é claro que a gente não podia ir embora sem achar a tal da “janela” e tirar uma foto lá. Descemos do deck, procuramos um pouco e não encontramos a “janela”. Voltamos pro deck e pedimos informação para um pessoal que ainda estava lá. Eles nos orientaram e finalmente achamos a “janela”, que tinha uma filinha de gente pra tirar foto.

Se for sem guia, só tome cuidado para não se perder nesse caminho. Fica a dica: logo após descer o primeiro mirante de madeira (esse do vídeo abaixo), que tem vista pros Saltos, haverá uma bifurcação bem discreta. Se seguir reto, dará direto no segundo deck de madeira, que é bem maior que o anterior. Se virar à direita, chegará à “janela” em poucos passos.

                 

Lemos relatos de pessoas que tiveram de passar por pedras grandes, trechos enlameados, etc. Hoje em dia, está tudo muito bem estruturado com degraus de madeira, pontes e tal (veja a foto abaixo). Ainda assim, é considerada uma trilha intermediária e são cerca de 8 km, ida e volta. Vá de tênis!

Trilha do Mirante da Janela - Chapada dos Veadeiros
Trilha para o Mirante da Janela bem estruturada…

Imaginamos que você deva estar cheio de dúvidas em relação ao funcionamento do trailer, então, vamos, na próxima seção, fazer em formato de perguntas e respostas, pra tentar facilitar sua vida! Vamos lá?

PRINCIPAIS DÚVIDAS EM RELAÇÃO AO TRAILER

Durante nossa estadia na Lambuze, recebemos muitas dúvidas no nosso Instagram sobre a experiência. As principais foram:

A DIÁRIA INCLUI O CAFÉ DA MANHÃ?

Inclui! O café da manhã é, aliás, um dos pontos altos da experiência no trailer. É tão simples e, talvez por isso, seja tão fantástico. É assim: você escolhe os itens no dia anterior e, no horário combinado, eles deixam uma cesta de piquenique com os itens escolhidos na porta do trailer. Dá pra acreditar? Delícia demais.

Como opção, tem frutas, suco de laranja natural, iogurte, granola, leite, mel, geleias, manteiga, pão, pão de queijo, frios, café e ovos – que você finaliza no próprio trailer. Quando ficamos, recebemos também uns biscoitinhos doce muito gostosos. Essa sensação de acordar e ir ao deck externo buscar sua cestinha de vime é muito bacana! Olha a gente recebendo nossa cestinha:

               

DÁ PRA COZINHAR NO TRAILER?

Apesar de ter uma cozinha pequena, eles pedem para não cozinhar nada com cheiro forte, que deixe odor no trailer (tipo passar uma picanha na chapa…🤣). No nosso caso, na primeira noite, compramos uma massa Toscanello congelada na Pousada Bambu Brasil (na vila de São Jorge) e esquentamos no trailer no micro-ondas. Não saímos e ficamos lá à noite aproveitando a jacuzzi e a escuridão imersos na natureza.

Trailer Lambuze - Chapada dos Veadeiros
Cozinha do trailer

Na segunda noite, fomos jantar em São Jorge, já que tínhamos almoçado somente lanches na trilha do Mirante. No terceiro dia, tomamos café no trailer, fizemos check-out e almoçamos na Cachoeira do Poço Encantado, antes de pegarmos estrada de volta pra Brasília.

DÁ PRA IR COM CRIANÇAS?

Um dos trailers possui, além da cama de casal, um beliche, mas a Lambuze só aceita crianças a partir de 12 anos.

É MUITO QUENTE DENTRO DO TRAILER?

Se não ligar o ar-condicionado fica um pouco abafado sim, mas tem ar no quarto e na sala/cozinha.

Trailer Lambuze - Chapada dos Veadeiros
Ar-condicionado no quarto…
Trailer Lambuze - Chapada dos Veadeiros
… e na sala.

TEM WI-FI? O CELULAR PEGA?

Não tem Wi-Fi. Eles haviam dito para a gente que a Vivo pegava super bem, mas a Claro oscilava. O nosso celular é Claro e pegou super bem, o tempo todo.

PRECISA DE 4X4 PRA IR?

Não precisa, embora seja recomendável. Depende muito das chuvas também.

COMO RESERVAR?

Você pode reservar diretamente no AirBnb ou, se preferir, no site deles.

No nosso instagram, tem um destaque “Chapada dos Veadeiros”, que tem mais fotos, vídeos e dúvidas dos seguidores. Vale a pena conferir!
Onde ficar na Chapada dos Veadeiros
Curtindo ao máximo nossa experiência!

NOSSAS MÉTRICAS

Estávamos com saudade de escrever um post aqui no blog que tivesse essas nossas métricas! Para a experiência de ficar hospedado em um trailer instalado em um mirante na Chapada, aí vai:

Nível de dificuldade 2 (de 5). Levamos em consideração as trilhas iniciando no próprio trailer. Para quem não vai fazer trilha, o nível de dificuldade é 1 de 5. Se a pessoa não for muito alta e não exigir muito, é facinho demais da conta 😅.

Nível de aventura 3 de 5, porque, afinal, é uma experiencia única. Ficar em um local isolado, ouvindo os sons dos bichos à noite, curtindo um visual de mirante do Parque Nacional, poder explorar o local ao redor e ter acesso ao cartão-postal da Chapada é realmente demais.

Mirante da Janela - Chapada dos Veadeiros
Mirante da Janela

ONDE FICAR NA CHAPADA DOS VEADEIROS? OUTRAS OPÇÕES

Se você está procurando onde ficar na Chapada dos Veadeiros (especialmente na Vila de São Jorge) e acha que a experiência do trailer não tem o seu perfil, recomendamos as seguintes pousadas um pouco mais luxuosas, em que já nos hospedamos:

– Casa das Flores: Pousada super charmosa, na Vila de São Jorge. Tem um dos melhores cafés da manhã que já experimentamos na vida: creme de abacate, açaí, e tudo mais que você tem direito pra um super café reforçado antes das trilhas. Foi nossa primeira estadia juntos na Chapada e amamos lá.

– Pousada Baguá: Considerada por muitos a melhor pousada da Chapada, fica na saída de São Jorge, no sentido do Parque Nacional. Tem cabanas e bangalôs no estilo rústico chique e uma área externa muito linda! Ficamos no bangalô Baguá, que é super espaçoso e charmoso. Todo de madeira, com uma jacuzzi externa maravilhosa e um banheiro de novela.

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros
“Spa” dentro do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, ao lado de São Jorge

Essas pousadas são maravilhosas e excelente para casais, mas têm um preço salgado. Mas há uma infinidade de pousadinhas mais baratas e até mesmo campings com preços mais acessíveis, especialmente em Alto Paraíso.

DESCONTOS E DICAS FINAIS

O que não pode faltar na sua mala pra Chapada? Tênis, repelente, roupa de banho e lanches de trilha. Se for ficar no trailer, quanto menos bagagem levar, mais confortável vai ficar.

Nós moramos em Brasília e fomos até a Chapada com o nosso próprio carro. Mas, se você precisar alugar um carro, recomendamos a RentCars.com. E, se você preferir contratar um Seguro Viagem para se sentir mais seguro e tranquilo nas trilhas, recomendamos sempre os seguros de viagem da SegurosPromo. Você consegue comparar várias operadoras de seguro e ganha 5% de desconto com nosso cupom NOSSOMUNDO5 ! Clique aqui e confira!

Trailer Lambuze
Café da manhã dentro do trailer

Se você curte viagens em Parque Nacionais, recomendamos dois, bastante diferentes um do outro. O primeiro é o  Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Quer um guia completo de mergulho e de snorkel em Noronha? Leia nosso artigo aqui.  E, também, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, que é um lugar único no mundo. Sabia que fizemos a travessia dele a pé, durante 3 dias? Confira nosso relato aqui.

Ah, e se quiser uma trilha diferente, dá uma olhada aqui na nossa experiência na Cachoeira da Cortina, nas Serras Gerais (Tocantins)!

E, se quiser ver mais fotos e vídeos das nossas aventuras, segue a gente lá no instagram! Você tem alguma outra ideia de onde ficar na Chapada dos Veadeiros? Dá uma dica pra gente lá!

Até a próxima aventura,

Carol e Babinho

 

 

 

Planeje sua viagem

chip internacional

INTERNET NO EXTERIOR

seguro viagem

SEGURO VIAGEM

airbnb

AIRBNB

aluguel de carro

ALUGUEL DE CARRO

passagens aereas

PASSAGENS AÉREAS

Rolar para cima