Por Carol e Babinho

Os melhores passeios das Serras Gerais (Tocantins) – Tudo sobre Serra Negra

Tocantins: explorando a Cachoeira da Cortina por cima e por baixo

Cânion Encantando - Serras Gerais - Tocantins

A gente amou passar o Carnaval de 2017 no Jalapão. No Carnaval desse ano, exatamente três anos depois, voltamos ao Tocantins, dessa vez para conhecer as Serras Gerais! Ainda pouco exploradas, são a maior cadeia de serras do Brasil. Ficamos ainda mais apaixonados pelo Tocantins! Neste post, vamos te contar tudo sobre aqueles que julgamos os melhores passeios das Serras Gerais!

O esquema foi o mesmo: saímos com nosso carro de Brasília e fizemos muita coisa por conta própria. Naqueles locais em que não era possível ou recomendado ir sem guia, nós contratamos uma agência. Deu super certo! Nesse artigo, nós vamos te explicar como são as Serras Gerais, como montar seu roteiro para lá e vamos te dar todos os detalhes sobre a região de Serra Negra, que faz parte desse circuito.

Para te aquecer, um vídeo curto com algumas das nossas imagens nas Serras Gerais. Duvido você não ficar com vontade de ir! ?

 

ENTENDA AS SERRAS GERAIS

A gente demorou um tempão pra entender as Serras Gerais, porque é uma área muito grande, que inclui muitas cidades diferentes. As principais são: Dianópolis, Rio da Conceição, Almas, Pindorama e Aurora do Tocantins.

Há um aspecto negativo: você precisará escolher quais lugares visitar e dificilmente conseguirá ver tudo em uma só viagem, a não ser que tenha bastante tempo disponível. No nosso caso, como aproveitamos o feriado do Carnaval, estávamos com o roteiro corrido, pois precisávamos estar de volta a Brasília na quarta-feira de cinzas para trabalhar.

Quando ir às Serras Gerais? O melhor período é na seca, de abril a novembro. De março a fevereiro, quando fomos, é a época das chuvas. No nosso caso, não atrapalhou em nada! Pegamos pouca chuva, bem pontuais e espaçadas entre si. Apesar de não ser a época recomendada, foi maravilhoso e aproveitamos todos os passeios.

Cachoeria da Cortina - Serras Gerais - Tocantins
Babinho no topo da Cachoeira da Cortina

COMO CHEGAR ÀS SERRAS GERAIS

Nós moramos em Brasília e saímos com nosso carro da capital fazendo exatamente o circuito do mapa acima. Inclusive, Aurora do Tocantins fica a 6 horas de Brasília e a 200 km da Chapada dos Veadeiros. Fizemos o trajeto “ao contrário”: começamos por Serra Negra e fomos descendo – nossa última parada foi Aurora.

Achamos que foi uma excelente escolha por dois motivos. O primeiro deles é que a parte mais ao norte das Serras Gerais é mais puxada – fisicamente falando -, então fizemos primeiro o mais “difícil” (trilha, etc) e depois só relaxamos nas praias maravilhosas de Aurora. O segundo motivo é que, como saímos de Brasília, preferimos ir até a cidade mais distante e, só na volta, ir parando nas outras cidades. Achamos essa maneira menos cansativa para uma longa viagem de carro.

O ideal é ir em carro 4×4. Se o seu carro não for tracionado, você pode ir até Rio da Conceição, por exemplo, e, a partir de lá, contratar os passeios com translado. Sai mais caro do que se você for com seu carro próprio, claro, mas acreditamos que seja mais barato do que alugar um carro 4×4 por todo o período. De toda maneira, vale a pena fazer as contas.

Muitas pessoas chegam de avião a Palmas, que fica distante 365 km de Rio da Conceição. De lá, contratam uma agência para o passeio com pacote fechado. Eles te buscam no aeroporto, fazem todo o roteiro com você e te deixam no aeroporto de volta. De novo, achamos que vale a pena pesquisar e ver se este serviço se enquadra no seu perfil/orçamento.

Há, também, a opção de chegar de ônibus até Dianópolis, vindo de Brasília (cerca de 11hs de viagem) ou de Palmas (5hs), por exemplo.

Jalapão e Serras Gerais na mesma viagem? NÃO! Uma coisa é uma coisa; outra coisa é outra coisa, hehe. São lugares bem grandes, com muitos atrativos cada um e uma distância considerável entre eles. O ideal é aproveitar bem um local e, só depois, conhecer o outro.

Se você optar por alugar um carro, recomendamos a Rentcars, onde nós sempre fazemos nossa reserva. Você consegue comparar muitas operadoras e pode escolher a mais barata entre elas.

Casa do Seu Davi - Serras Gerais - Tocantins
Nós e a Dona Antônia, na melhor hospedagem de Serra Negra

CONTRATAR EMPRESA DE TURISMO OU FAZER O ROTEIRO POR CONTA?

Sempre preferimos fazer o roteiro por conta, quando é possível. Mais barato, mais flexível, mais personalizado… Ainda há poucas informações sobre as Serras Gerais na internet. Recebemos boas indicações da Seriema Ecoturismo. Há outras agências menores na região, mas a vantagem da Seriema é que eles abarcam toda a extensão das Serras Gerais, então fica mais fácil você negociar com uma empresa só.

A região é ainda pouca explorada, há poucas marcações de locais nos aplicativos como Google Maps e a grande parte dos atrativos se encontra em propriedades particulares. Por isso, decidimos contratar a Seriema, mas pesquisamos bastante para fazer com eles apenas aquilo que não conseguiríamos fazer por conta.

Gostamos muito do serviço prestado por eles, mas te damos algumas dicas preciosas: entramos em contato a primeira vez pelo Whatsapp e recebemos algumas opções de roteiro já prontas, com o valor mais alto. Como queríamos algo bem personalizado, entramos em contato com a dona da empresa, a Fernanda, e explicamos para ela que gostaríamos de contratar apenas alguns passeios.

Deu super certo, ficamos muito felizes com o roteiro que montamos juntos e, mesmo no Carnaval, época super cheia, fizemos todos os passeios somente nós dois e o guia. Quando formos falar de cada passeio individualmente, vamos dizer se é obrigatório contratar guia ou não, ok?

 Para adiantar, pagamos R$ 630,00 por pessoa pelos seguintes serviços:

– hospedagem no Agenda 21, hotel na beira do Rio Azuis (Aurora);

– hospedagem na Casa do Seu Davi e da Dona Antônia (Serra Negra);

– trilha do Cânion Encantando (Serra Negra);

– ancoragem no Cânion Encantando (Serra Negra);

– visita à Cidade de Pedras (Serra Negra);

– trilha da Cachoeira do Urubu Rei e da Cortina (Serra Negra);

– ancoragem da Cachoeira da Cortina (Serra Negra);

– visita ao Arco do Sol (Serra Negra);

– trilha aquática das 17 travessias (Rio da Conceição);

– farinhada do Preto (Rio da Conceição);

– seguro de viagem EcoTrip em todos os passeios e ingressos para as atrações acima.

Achamos um preço super justo pro serviço oferecido! Com certeza, essa ainda é uma das regiões mais baratas do Brasil, porque ainda é bem pouco explorada. Abaixo, vamos explicar porque escolhemos cada uma dessas atrações e julgamos estes os melhores passeios das Serras Gerais.

Cachoeira da Cortina - Serras Gerais - Tocantins
Carol no topo da Cachoeira da Cortina, observando tudo “lá embaixo”

COMO MONTAMOS NOSSO ROTEIRO

Montamos nosso roteiro das Serras Gerais da maneira como normalmente fazemos: pesquisamos bastante sobre todos os locais e escolhemos aqueles que consideramos imperdíveis, de acordo com o número de dias disponíveis. Se você pesquisar sobre as Serras Gerais, vai perceber que a escolha não pode ser baseada apenas na beleza: todos os locais são liiindos!

Então, além da beleza, também levamos em consideração se já fizemos algum passeio parecido, se é um local único e por aí vai. Escolhemos visitar três cidades nas Serras Gerais:

– Rio da Conceição;

– Almas (Serra Negra);

– Aurora do Tocantins.

Deixamos Pindorama fora do roteiro pelo seguinte: seu passeio principal é a Lagoa do Japonês. Embora pareça muito linda nas fotos, fica a 02:30hs de carro da parada mais longe do nosso roteiro, Almas (veja no mapa acima). Dessa maneira, precisaríamos pelo menos de dois dias a mais para chegar até lá e aproveitar a lagoa, além de mais 5hs dentro do carro.

Como a lagoa fica perto do Jalapão e também de outras regiões no Tocantins e não é propriamente Serras Gerais, preferimos deixar para visitá-la depois, em uma outra oportunidade. Quem tiver a oportunidade, conheça! Todo mundo que vai ama!

Também deixamos Dianópolis fora do nosso roteiro porque os passeios não chamaram tanto a nossa atenção – embora o Vale seja uma região única no mundo, combinando diferentes biomas brasileiros. A outra grande atração da cidade é a Fortaleza dos Guardiões, que nos pareceu semelhante à Cidade das Pedras, que conhecemos em Almas. Dessa vez, portanto, por falta de tempo, deixamos a cidade de fora do nosso roteiro.

Cânion Encantando - Serras Gerais - Tocantins
Ancoragem no Cânion Encantado

REGIÃO DE SERRA NEGRA: OS MELHORES PASSEIOS DAS SERRAS GERAIS

Ufa! Agora que você já entendeu como funcionam as Serras Gerais, vamos falar nesse post sobre o inesquecível município de Serra Negra, que contém vários dos melhores passeios das Serras Gerais, com cachoeiras, trilhas, cânion, cidade de pedras e muito amor e aconchego na Casa do Seu Davi e da Dona Antônia! Vem com a gente que vamos explicar tudo que você precisa saber pra conhecer essa região.

Na nossa opinião, o Combo Aventura em Serra Negra é: trilha do Cânion Encantando + Cachoeira da Cortina e Urubu Rei + Cidade das Pedras + pernoite no seu Davi e Dona Antônia. São os passeios que amamos e julgamos imperdíveis! Vamos falar de cada um deles detalhadamente abaixo.

Serras Gerais - Tocantins

Você precisará de dois dias pelo menos pra fazer esse roteirinho completo. Gostamos muito das atrações em Serra Negra e realmente recomendamos que você durma lá para conseguir fazer tudo isso acima. Quem faz um bate e volta vindo de Rio da Conceição precisa escolher alguns passeios, porque um dia não dá pra fazer tudo.

ROTEIRO EM SERRA NEGRA

Primeira verdade seja dita: é difícil chegar a Serra Negra! De carro, saindo de Rio da Conceição, chegamos em Alma em 1h, pelo asfalto. Mas aí é que começa a aventura, hehe. Chegando lá, encontramos o guia da Seriema Ecoturismo e seguimos viagem – ele foi no nosso carro. De Almas até o município de Serras Negras é uma estrada de chão hard de 70 km! Fomos com nosso carro próprio e demoramos cerca de 01:30h pra fazer a estrada de chão.

Serra Negra é, na verdade, um município isolado de área rural, que abriga algumas fazendas, a 70km da cidade de Almas. As atrações se encontram em propriedades privadas. Dica importante: se você for passar dois dias em Serra Negra, durma lá! Nem pense em voltar pra Almas pra pernoitar e no dia seguinte retornar a Serra Negra!

Cometemos um erro seríssimo indo pra Serras Negras: não abastecemos o carro! Não faça como a gente! Não tínhamos ideia de que se tratava de uma área completamente rural. Cá entre nós, o guia devia ter avisado, né? Mas o fato é que pegamos a estrada de chão com pouco mais de um terço do tanque com gasolina. Tenso!

Lá pelas tantas, depois de muitos km rodados na estrada de terra, Babinho falou pro guia: “ué, cara, tem posto de gasolina por aqui não?”.  Você já sabe a resposta: não tinha! Como já estávamos no meio do caminho e bastante atrasados, decidimos continuar viagem. Assim que chegamos no Seu Davi, conseguimos um pouco de gasolina com um casal que também estava lá (valeu, querido Antônio!) e que nos salvou.

Cachoeira da Cortina - Serras Gerais - Tocantins
Ancoragem na Cachoeira da Cortina!

CÂNION ENCANTADO, UM DOS MELHORES PASSEIOS DAS SERRAS GERAIS

Amamos o Cânion Encantado e julgamos que seja, sem dúvida, um dos melhores passeios das Serras Gerais! É um lugar único nas Serras Gerais e até mesmo no Brasil. Existem duas formas de conhecê-lo: por baixo, fazendo trilha; por cima, fazendo ancoragem. As duas formas são muito legais e diferentes entre si, mas gostamos mais de conhecer o Cânion por baixo!

Funciona assim: é uma trilha de 6km, considerada difícil (nível 4) e o passeio inicia de manhã e acaba por volta das 15hs. Para quem está bem condicionado, dá pra fazer a trilha numa boa. O mais difícil é o início da trilha, uma descida que é bem íngreme – a volta é subindo este mesmo local. Está localizado em propriedade privada e é necessário contratar um guia! Ah, leve água e um lanchinho também para reabastecer as energias!

Cânion Encantando - Serras Gerais - Tocantins

 Cânion Encantado - Serras Gerais - Tocantins
Cachoeira do Cânion Encantado

O cânion é formado por dois paredões gigantescos (74m de altura) que vão se afinando até chegar a uma fenda bem estreita, que abriga uma cachoeira enorme – a força da água é tão grande que você nem pode chegar perto da queda d’água, por segurança. Os paredões são muito irados! Estar ali, sozinhos, em local tão grandioso nos faz admirar ainda mais as maravilhas da criação divina e perceber que não somos nada neste universo tão grande…

O cânion faz jus ao nome: encantado! Foi um dos passeios mais legais que fizemos nas Serras Gerais e também no Brasil. A maior parte das pessoas conhece o cânion somente por cima porque, de fato, a trilha exige bastante tempo e esforço físico, mas recomendamos dar prioridade a conhecê-lo por baixo.

Cânion Encantado - Serras Gerais - Tocantins
Nos aproximando da queda final do cânion, que possui uma força d’água gigantesca!

Por cima, é mais rápido, mais fácil, menos cansativo, mas exige mais coragem, hehe. Basicamente, você vai ficar ancorado (com equipamentos de rapel) para conseguir chegar ao topo dos paredões e observar a fenda lá de cima. Atenção: NÃO VÁ À BEIRA DO CÂNION SEM ESTAR ANCORADO, é bastante perigoso. Não há trilha. O carro estaciona exatamente no local em que é feita a ancoragem.

Cânion Encantando - Serras Gerais - Tocantins
Cânion Encantado por cima

Babinho foi primeiro, curtiu muito. Ficou na pontinha, observou o cânion, as cachoeiras, tirou bastante fotos com a GoPro. Eu, Carol, fui em seguida e aproveitei muito menos. Não tive coragem para ir até a pontinha, porque afinal são 80 metros de altura e não sou obrigada a confiar numa corda amarrada em uma árvore ? Veja nas fotos que estou inclinada pra frente o tempo todo.

Cânion Encantando - Serras Gerais - Tocantins
Babinho foi primeiro e ficou na pontinha do cânion…
Canion Encantando - Serras Gerais - Tocantins
Carol foi andando abaixadinha até…
Canion Encantando - Serras Gerais - Tocantins
… parar com ali mesmo no meio do caminho 😂

CACHOEIRA DA CORTINA E DO URUBU REI

Diferentemente do Cânion Encantado, que muita gente não encara, a Cachoeira da Cortina é quase uma unanimidade como um dos melhores passeios das Serras Gerais. Entretanto, da mesma forma que o Cânion Encantado, é possível visitar a Cachoeira da Cortina por cima e por baixo. Dessa vez, gostamos mais de conhecê-la por cima, mas vale muito a pena também visitá-la por baixo.

Vamos lá: tanto a Cachoeira da Cortina quanto a Cachoeira do Urubu Rei ficam na propriedade do Seu Davi e fazem parte do que é chamado de Vale do Pássaros. A mesma trilha dá acesso às duas cachoeiras e, se você for pernoitar lá, pode fazer a trilha bem cedo no dia seguinte.

A trilha é bem tranquila, de 3,7 km, saindo da casa do Seu Davi mesmo. Para quem está sem guia, há placas e também a Pretinha, a cadela da fazenda que vai te mostrando o caminho?. Dá até pra fazer de chinelo, pra quem curte, mas é mais recomendado ir de tênis. As duas cachoeiras são muito grandes, têm poço bom para banho e são uma delícia!

Cachoeira da Cortina - Serras Gerais - Tocantins
Cachoeira do Urubu Rei

Na Cachoeira da Cortina, é possível também fazer a ancoragem, para ver a cachoeira por cima. Achamos esse passeio demais! Tomar banho em cachoeiras grandes é comum, mas chegar no topo da cachoeira e observar lá de cima é mais raro.

Você precisará ir de carro com o guia e andar cerca de 1km para chegar ao topo da cachoeira (trilha leve, bem tranquila).  Um aspecto muito interessante de se notar é que um tantinho de água pode dar origem a cachoeiras muito altas e fortes, a depender da altura da queda. Veja nas fotos como, em cima, a água é tranquila e rasinha.

Cachoeira da Cortina - Serras Gerais - Tocantins

Cachoeira da Cortina - Serras Gerais - Tocantins

Ancoragem na Cachoeira da Cortina
Cachoeira da Cortina - Serras Gerais - Tocantins
Babinho preparando para chegar à borda da cachoeira

Cachoeira da Cortina - Serras Gerais - Tocantins

Até pouco tempo atrás, esse passeio era feito sem segurança. As pessoas chegavam sem proteção à borda da cachoeira. Hoje, é obrigatória a ancoragem, de maneira que você fica protegido com equipamentos de segurança – muito melhor e mais seguro!

CASA DO SEU DAVI E DA DONA ANTÔNIA

A casa do Seu Davi e da Dona Antônia é uma atração à parte nas Serras Gerais. Já adiantamos logo: é impossível não se apaixonar por esse casal! São muito simples, amáveis e amam uma conversa à beira do fogão de lenha.

Agora, verdade seja dita: nem todo mundo tem perfil para ficar na pousadinha deles. É tudo extremamente simples: cozinha de taipa, chão batido, não há energia elétrica ou telefone. Em fevereiro deste ano, quando fomos, ainda não havia internet, mas Seu Davi comentou que estavam providenciando. Não sabemos, portanto, se já está funcionando.

Casa do Seu Davi e da Dona Antonia - Serras Gerais - Tocantins
Cozinha de taipa na Casa do Seu Davi e da Dona Antônia 🙂
Casa do Seu Davi e da Dona Antonia - Serras Gerais - Tocantins
Nossa suíte master 🙂

Justamente porque não tem telefone ou internet lá, fizemos nossa reserva por meio da Seriema Ecoturismo. Como fomos no Carnaval, fizemos a reserva antes porque queríamos garantir que haveria vaga.  Acreditamos que, fora de época, deve ser tranquilo. São 5 quartos, sendo 2 suítes. Ficamos em uma delas e dormimos muito bem! Ah, tudo é super limpo e cheio de capricho. Veja no vídeo abaixo nossa suíte master ?

   

Se você também gosta desse tipo de turismo, recomendamos: vale muito a pena se hospedar uma noite lá! A gente chega da trilha, é recebido com biscoito caseiro e afeto. Quando o sol se vai, é hora de vestir um agasalho e, com uma lanterna, ir até a cozinha de taipa. Chegue antes do jantar estar pronto: enquanto Dona Antônia prepara a comida, a conversa acontece…

Todo mundo dorme cedo, já que, querendo ou não, vai acordar no outro dia com as galinhas, literalmente . Antes do café da manhã, Seu Davi reúne todos para uma oração rápida e agradece pela vida dos hóspedes. É um momento muito especial!

O que impressiona bastante é como Seu Davi, morando em um local tão simples, é um homem tão politizado, consciente e culto! Com uma biblioteca em casa e um radinho na mão, ele fica sabendo de tudo o que acontece no mundo e troca uma ideia com os hospédes sobre qualquer coisa!

Casa do Seu Davi e da Dona Antonia - Serras Gerais - Tocantins
Quem aguenta esse casal anfitrião fofo?

CIDADE DE PEDRAS

A Cidade de Pedras fica em uma propriedade vizinha, perto do Cânion. São formações rochosas muito curiosas e bonitas. A trilha para chegar na Cidade das Pedras é curta e bem tranquila. Assistimos ao por do sol lá e valeu muito a pena. Na volta, ainda ganhamos uma vitamina de mangaba delícia!

CIdade de Pedras - Serras Gerais - Tocantins
Assistindo ao pôr do sol na Cidade de Pedras

Quando chegamos lá e descobrimos que, ano passado, um episódio de Largados e Pelados foi filmado lá, Babinho amou. Achamos uma parte do episódio no Youtube, pra quem quiser conferir.

CIdade de Pedras - Serras Gerais - Tocantins
Subindo nas pedras pra tirar foto 🙂

DICAS FINAIS

Se você for em carro próprio, fique ligado em relação à gasolina! Passamos um sufuco desnecessário.

– Inclusive, justamente porque estávamos com a gasolina contada, não visitamos o Arco do Sol. Parecia muito bonito pelas fotos, mas, como era mais distante do Seu Davi (cerca de 20km), preferimos ser prudentes e poupar combustível. Muitas pessoas dizem que é bem parecido com a Pedra Furada, no Jalapão, que já conhecemos – o que também pesou na nossa decisão.

Na nossa viagem pras Serras Gerais, tivemos dois pneus furados! A estrada é puxada. Por isso, recomendamos que você esteja sempre com o step no carro, para evitar contratempos. Especialmente se for até Serra Negra, confira, antes de pegar a estrada de chão, se está tudo certinho com o carro.

– A única operadora que pega nas cidades das Serras Gerais é a CLARO (à exceção de Serra Negra, onde não pega nenhum sinal).

– Caixa eletrônico nas Serras Gerais apenas na cidade de Dianópolis: Banco do Brasil – Caixa Econômica Federal – Banco da Amazônia – Bradesco. Não há Banco 24hs.

– É possível carregar celular ou câmera fotográfica na casa do Seu Davi, por meio de gerador.

– Tudo é muito simples e ainda pouco explorado na região; pra você ter uma ideia, poucos guias vivem de turismo. Normalmente encaram o trabalho de guia como uma complementação de renda.

– A trilha do Cânion Encantado pode estar fechada na época das chuvas, por conta das trombas d’agua. É bom checar com a agência antes de ir!

– Se você não possui seguro viagem, recomendamos que você o faça, pra uma viagem tão cheia de aventuras. Na SegurosPromo, você consegue comparar várias operadoras de seguro e ganha 5% de desconto com nosso cupom NOSSOMUNDO5. Dá uma conferida lá!

CIdade de Pedras - Serras Gerais - Tocantins
Cidade de Pedras

O QUE LEVAR NA MALA PRA SERRA NEGRA

Item mais importante: gasolina no tanque (olha o trauma!) ?

Baterias carregadas – apesar de ter gerador no Seu Davi, não dá pra carregar muita coisa de uma só vez.

Lanchinhos e comidinhas para levar nas trilhas e beliscar durante o diaSe você for em um bate e volta de Rio da Conceição, leve também água na mochila. No nosso caso, pegamos no Seu Davi.

Repelente, filtro solar, tênis apropriados para trilhas.

Para as outras cidades das Serras Gerais: levar também tênis para trilha dentro da água e snorkel!

Cânion Encantado - Serras Gerais - Tocantins
Cânion Encantando, acessível por meio de trilha nível 4

NOSSAS MÉTRICAS

Essa viagem com os melhores passeios das Serras Gerais vem com nossas métricas altas, hein! O nível de dificuldade é até grande para aproveitar os passeios, mas vale a pena, porque o local é único e cheios de atrações muito particulares.

Por que o nível de dificuldade é 4 de 5? Porque, como falamos acima, a estrada de chão para chegar a Serra Negra é puxada, a acomodação é bem simples e a trilha do Cânion é exigente. Por outro lado, o nível de aventura é também alto: o cânion é animal, a oportunidade de visitar a Cachoeira da Cortina por cima e por baixo é muito interessante e a hospedagem é experiência única!

Importante dizer que essas métricas se referem à região de Serra Negra especificamente e não às Serras Gerais como um todo. Não falamos sobre as outras regiões das Serras Gerais nesse post, mas podemos adiantar:

As outras cidades das Serras Gerais são bem mais tranquilas, com passeios mais acessíveis, com oásis de águas transparentes (como vimos no vídeo) e atividades para toda a família.

Nos próximos posts aqui do blog, vamos falar dessas outras cidades e dos melhores passeios das Serras Gerais, te dando o máximo de informação possível, assim como fizemos com Serra Negra. Se você tiver alguma dúvida sobre essa região, pode escrever pra gente ou aqui ou pelo nosso instagram. Já segue a gente lá?!

Se você gosta de trilhas, aventuras e locais isolados, leia aqui o post que conta sobre nosso trekking de 3 dias pelos Lençóis Maranhenses!

Até a próxima aventura,

Carol e Babinho

 

 

Postado em , , ,

Planeje sua viagem

chip internacional

INTERNET NO EXTERIOR

seguro viagem

SEGURO VIAGEM

aluguel de carro

ALUGUEL DE CARRO

passagens aereas

PASSAGENS AÉREAS

Rolar para cima